Entrega de pluviômetros fortalece o monitoramento das chuvas em Rondônia

Os cem pluviômetros entregues para a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), na sexta-feira (7), serão instalados em escritórios da Autarquia e propriedades rurais assistidas de todos os municípios do estado, em locais estrategicamente definidos, para uma verificação precisa da quantidade e distribuição das chuvas em Rondônia. A leitura diária dos dados será feita por técnicos da Emater-RO e agricultores treinados por eles.

Os equipamentos foram adquiridos e doados à Autarquia pela Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Rondônia (Aprosoja), na ocasião representada pelo responsável pela entidade em Rondônia, Victor Paiva, que oficializou a entrega do equipamento ao presidente da Emater-RO Luciano Brandão, e ao titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Marcos Antônio Lagos.

BANCO DE DADOS

A leitura diária dos dados será feita por técnicos da Emater-RO e agricultores treinados por eles

Segundo o presidente da Emater, Luciano Brandão, os dados coletados a partir de agora serão lançados numa plataforma digital, onde serão tratados para compor o mais importante banco de dados sobre pluviosidade de Rondônia. “Refiro-me à condição única da rede que se forma com cem pontos de coleta de dados das chuvas, que caem no estado. Isso só é possível devido à capilaridade da Emater, que possui escritórios em todos os município e principais distritos do estado,” explicou.

Conforme o titular da Sedam, Marco Lagos, o equipamento permitirá o levantamento preciso sobre as chuvas na Amazônia e no estado. “Será possível agora refutar ou reafirmar as informações sobre as chuvas”, pontuou.

De cordo com o representante da Aprosoja em Rondônia,Vitor Paiva, os dados levantados pelos técnicos através dos pluviômetros serão utilizados para subsidiar as mais importantes tomadas de decisão pelos produtores.

A relevância de ter a informação meteorológica correta é para facilitar ações concretas do Poder Público e dos produtores em relação ao planejamento agropecuário, e executar medidas mitigadoras de crises ambientais. Para o produtor rural, o acesso aos dados de pluviosidade no estado facilita decidir sobre irrigação, época de plantio, e outras ações relativas à produção agrícola.

COMITÊ DE CRISE HÍDRICA

O governo de Rondônia criou, através do Decreto nº 28.613 de 28 de novembro de 2023, o Comitê de Crise Hídrica, que tem mais um instrumento para auxiliar nas deliberações e orientações. O governador de Rondônia, Marcos Rocha, em relação a esse tema evidenciou que, o governo do estado está adotando as medidas necessárias para reduzir os efeitos da estiagem em Rondônia.

- Advertisement -






















Últimas Notícias



Veja outras notícias aqui ▼